Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

"Miúdos a Votos" - É hora das campanhas pelos livros!

  As campanhas da iniciativa “Miúdos a Votos” estão em curso ao longo do mês de fevereiro, no Agrupamento de Escolas de Condeixa-a-Nova. Recebidas todas as propostas no primeiro período letivo, a nível nacional, foram contabilizadas para se apurar quais os livros que reuniam o maior número de apoiantes. A Pordata conduziu o processo. No total, foram propostos mais de 7 mil títulos diferentes, de perto de três mil autores diferentes. Os 20 livros que vão às eleições de 7 de março são os 20 que foram mais vezes propostos por alunos do 1º, do 2º e do 3º CEB. Isso quer dizer que já são livros vencedores! Eis os livros nomeados para as eleições de ‘Miúdos a Votos’ na edição de 2022-23. Adaptado de https://visao.sapo.pt/visaojunior/miudos-a-votos/2022-12-14-os-livros-nomeados-para-as-eleicoes-deste-ano/ .  
Mensagens recentes

Poesia de Eugénio de Andrade

  Eugénio de Andrade, por Emerenciano (1988) O Sorriso Creio que foi o sorriso, o sorriso foi quem abriu a porta. Era um sorriso com muita luz lá dentro, apetecia entrar nele, tirar a roupa, ficar nu dentro daquele sorriso. in “ O outro nome da Terra". Porto: Limiar (1989) O Sal da Língua Escuta, escuta: tenho ainda uma coisa a dizer. Não é importante, eu sei, não vai salvar o mundo, não mudará a vida de ninguém — mas quem é hoje capaz de salvar o mundo ou apenas mudar o sentido da vida de alguém? Escuta-me, não te demoro. É coisa pouca, como a chuvinha que vem vindo devagar. São três, quatro palavras, pouco mais. Palavras que te quero confiar. Para que não se extinga o seu lume, o seu lume breve. Palavras que muito amei, que talvez ame ainda. Elas são a casa, o sal da língua.   in "Poesia". Porto: Fundação Eugénio de Andrade (2000)   As Palavras Interditas     Os navios existem, e existe o teu rosto encostado ao rosto dos na

Centenário de Eugénio de Andrade (1923-2023)

  Eugénio de Andrade  ( Fundão, Póvoa de Atalaia, 19 de janeiro de 1923 — Porto, 13 de junho de 2005 ) 🅒DR " D esde cedo me encontrei desinteressado de coisas que interessavam à maioria. Na adolescência, tive duas fascinações: a santidade e a poesia. A santidade, adeus, aos catorze anos isso estava arrumado. Ficou a poesia "      Eugénio de Andrade Saber +  RTP Ensina

XI Concurso de Poesia na Escola

  Convidam-se as crianças e os jovens do Agrupamento de Condeixa-a-Nova a participarem no concurso “Poesia na Escola”, promovido pelas bibliotecas escolares e municipal. Pretendemos incentivar o gosto pela escrita e pela partilha da emoção em verso. Este concurso assume-se como um incentivo aos que apreciam o valor da palavra. Convidam-se as crianças e os jovens do Agrupamento de Condeixa-a-Nova a participarem no concurso “Poesia na Escola”, promovido pelas bibliotecas escolares e municipal. Pretendemos incentivar o gosto pela escrita e pela partilha da emoção em verso. Este concurso assume-se como um incentivo aos que apreciam o valor da palavra. Apenas serão aceites trabalhos inéditos e a temática dos poemas é livre . Com esta iniciativa pretendemos: - Sensibilizar a comunidade estudantil para o valor da poesia; - Promover a descoberta da especificidade da experiência estética que a poesia proporciona e a fruição individual dela decorrente; - Diversificar as experiências de e

Curso de Formação "A Cultura Clássica – Presença dos Mitos Clássicos nas Artes (Literatura, Pintura, Escultura, Música, Dança)"

  No auditório da EB nº 2 de Condeixa-a-Nova, irá decorrer o Curso de Formação  A Cultura Clássica – Presença dos Mitos Clássicos nas Artes (Literatura, Pintura, Escultura, Música, Dança) , com o Registo de acreditação CCPFC/ACC-112248/21 ( 25 horas - regime presencial) , cujos destinatários são  Educadores de Infância, Professores dos Ensinos Básico e Secundário e Professores de Educação Especial , a realizar presencialmente, a partir do dia  25 de janeiro de 2023 , tendo como formadora Célia Mafalda Oliveira. O referido curso será dinamizado em articulação com o projeto do AEC  "Minha Escola, Meu Império.  Alea Jacta Est ! " - apoiado pela RBE, no âmbito do apoio RBE "Ideias com Mérito", na área de intervenção "Inovar a Biblioteca". Visto o Agrupamento apostar na temática “Condeixa romana, Condeixa verde”, a frequência do Curso será uma mais-valia para a exploração de assuntos/atividades transversais numa perspetiva holística, cujas dinâmicas se cruz

O Natal da (nossa) imaginação

  As turmas do 1º ciclo da Escola Básica nº 1 de Condeixa-a-Nova contaram histórias de Natal originais na biblioteca escolar, no dia 16 de dezembro. No último dia de aulas, o espírito natalício invadiu a biblioteca, na voz dos alunos e dos professores, que partilharam os contos produzidos, através da técnica de escrita criativa do texto-objeto, proposta pela professora bibliotecária. 1. Cada turma encontrou um objeto-surpresa na sua sala. Nesse dia, houve a caça ao objeto estranho. 2. Após a sua deteção, a professora exibiu-o num local de destaque na sala. Olharam uma vez. Olharam outra vez. Descreveram-no. Colocaram uma lista de palavras no quadro (até 10 palavras). A professora fotografou-o em pormenor, em diferentes posições, com todos os elementos.  3. A professora distribuiu tarefas na turma e escreveram textos breves, sempre com o objeto e as palavras no pensamento. Cada grupo/aluno entregou à professora o seu texto. 4. Na aula seguinte, a professora apresentou os texto

Escola a Ler - Natal com livros [vou levar-te comigo!]

NATAL COM LIVROS de carla fernandes